Urafiki by LEDS C4

Aplicaçõesfilters applied (delete)

Aplicações

filters applied (delete)
Especificações técnicasfilters applied (delete)

Especificações técnicas

filters applied (delete)
0
foram encontrados resultados
Uma experiência imersiva de luz nos jardins do Teatre Grec de Barcelona

A instalação, assinada pela equipa de projetos lumínicos da LEDS C4 no âmbito do Festival Grec, é inspirada num conto popular nigeriano que homenageia a amizade e é recriada nas cores características de um pôr-do-sol africano.

A LEDS C4 participa mais um ano no Festival Grec de Barcelona (27 de junho a 31 de julho), projetando uma instalação lumínica alinhada com o tema principal deste ano: África. Nesta edição, o festival de artes cénicas de Barcelona pretende transmitir-nos luz e otimismo, e aproximar-nos de um continente que talvez nos pareça estar distante, mas que nos acompanha em muitos aspetos.

Para a ocasião, a LEDS C4 propõe aos visitantes dos jardins do Teatre Grec de Montjuïc - um dos principais locais do festival - uma viagem pela natureza e a passagem do tempo pela mão da sua instalação lumínica Urafiki (amizade em suaíli). Com o projeto, conectam-se duas culturas num mesmo espaço-tempo e homenageia-se a amizade graças a uma experiência dinâmica de transição de cores vivas.

O Sol, a Lua e a Água: a ode à amizade de um conto popular nigeriano

O ponto de partida da instalação lumínica da LEDS C4 nos jardins do Teatre Grec é uma lenda proveniente das tribos do sudeste da Nigéria, compilada para o mundo ocidental pelo escritor inglês Elphinstone Dayrell, 'O Sol, a Lua e a Água', e cuja moral exalta o valor absoluto da amizade.

Grec Festival 2021

O Sol, a Lua e a Água são bons amigos, brincam juntos na Casa da Água, mas esta nunca vai visitar o Sol e a Lua. Ante a insistência, um dia decide ir, não sem antes avisar de que precisa de um espaço amplo, já que ela e os seus parentes são muitos. O Sol e a Lua decidem construir um jardim para receber a sua amiga, mas quando esta e os seus parentes começam a chegar, o espaço fica cada vez mais e mais pequeno; o tempo passa e a Água continua a inundar tudo, até que finalmente o Sol e a Lua, para não ofender a sua amiga Água, acabam por subir até ao céu, deixando todo o espaço disponível na terra para a água. “E embora se alternem para olhar para baixo com curiosidade, nunca mais tocaram a terra desde então”, conclui a história.

A equipa de projetos lumínicos da LEDS C4 reinterpreta esta lindíssima lenda focando-se na transição de tempo e cor de um pôr-do-sol. Assim, seguindo o rasto do Grec de juntar as culturas africana e mediterrânea, trazem as cores da savana africana para o coração da cultura barcelonesa. Tradição, natureza e cor graças a uma experiência imersiva.

Festival Grec 21

Da savana africana para Barcelona

E se a lenda do Sol, da Lua e da Água dá a semente para o conceito da instalação lumínica, a escolha das cores vem de outro recanto de África. Nesta ocasião, da magnífica geografia do Lago Malawi (pertencente a Malawi, Moçambique e Tanzânia) e os seus icónicos pores-do-sol.

Os utilizadores que acedam ao recinto do Teatre Grec, seja para dar um passeio, saborear as iguarias do restaurante ou desfrutar de um dos espetáculos do Festival, viverão uma experiência de transição lumínica de cores, com um ambiente diferente que irá variar de acordo com o decorrer das horas.

O elemento principal do design é um círculo, representativo da expressão mínima do Sol, distribuído por todo o recinto. Os aros são um design próprio do departamento de projetos especiais da LEDS C4. Ao todo foram colocados 16, instalados a 3 m de altura sobre estruturas minimalistas e com um diâmetro de 1,5 m cada um, estrategicamente colocados em todo o jardim do Teatre Grec e reproduzem, de nascente a poente, a transição das cores do pôr-do-sol, das 19 horas até à meia-noite. Esta transição de cores foi profundamente estudada e programada sem a utilização de fios nos 16 aros que compõem a instalação, e conseguem reproduzir o pôr-do-sol graças a uma fita LED incorporada no aro. Estes círculos são acompanhados por outras luminárias de terra na zona do restaurante e corredor dos jardins, simbolizando com um tom frio a água e a amizade. Entre elas, o modelo Cube Pro, novidade de 2021 do catálogo Architectural Collection. Uma coleção de projetores cúbicos de altas prestações, com uma forma elegante e minimalista, que permitem direcionar o feixe de luz para onde se deseje.

Assim, no final da tarde somos recebidos por tons mais frios, que representam a Água e a ideia de amizade, que se vai transformando em tonalidades mais alaranjadas reproduzindo o pôr-do-sol, até se transformar num tom de lilás à medida que o sol real desaparece, representando a noite, combinado com um ambiente de iluminação azul. À medida que o tempo passa e a transição de cor avança, o azul da água, que representa a amizade, inunda tudo.

Ficha técnica

•    Todos os 16 aros de luz são programados sem fios para conseguir essa transição de cor.
•    Cada aro foi projetado para não encadear os visitantes.
•    Toda a instalação lumínica é de baixo consumo.
•    Além dos 16 aros realizados à medida, existem fitas de led, projetores Cube Pro RGBW (graças ao RGBW, a iluminação azul pode ser projetada na zona das pérgulas, o que permite simular água, etc.), luminárias Tron para o restaurante, e o modelo Taglio Surface para a zona da fonte.
•    Foi criado um espaço dinâmico graças ao serviço Ready To Play da LEDS C4, criando cenários predeterminados pela equipa de projetos lumínicos da LEDS C4.